Shop this Blog

Alantoína

Alantoína é um extrato de folhas da planta confrei encontrada na Europa e em áreas temperadas da Ásia. Durante vários anos, potentes propriedades curativas e calmantes foram atribuídas a este ingrediente anti-inflamatório para a pele.

A alantoína é o principal ingrediente do confrei- que tem sido usado como cataplasma há séculos para tratar pequenas fraturas, reduzindo o inchaço na área da fratura. A evidência anedótica de longa data que apoia a atividade benéfica da alantoína levou a alguma aceitação pela comunidade médica no início do século XX.

Where does allantoin come from

Produtos para cuidados com a pele com alantoína:

A alantoína é encontrada em produtos para a pele para acalmar e acalmar a pele. É um ingrediente natural acessível, seguro e que atende aos padrões de beleza limpos.

Alantoína para acalmar e acalmar a pele

A alantoína é um ingrediente antiinflamatório.

Pode ser usado nas seguintes condições inflamatórias da pele:


  • Acne- Ajuda a eliminar a vermelhidão de espinhas, pápulas e pústulas e faz com que as marcas vermelhas da acne desapareçam mais rapidamente.
  • Pele Sensível- A alantoína é encontrada em muitos produtos antiinflamatórios para a pele destinados a acalmar e acalmar a pele.
  • Rosácea- Ajuda a prevenir e tratar a vermelhidão facial.
  • Eczema- Quando combinado com hidratantes reparadores de barreiras ajudará a acalmar a pele com tendência a eczema.
  • Psoríase- Ajuda a acalmar e aliviar a coceira na pele causada pela psoríase.

Allatoin

Alantoína para acne

A alantoína traz benefícios para peles com tendência a acne devido às suas propriedades calmantes e curativas. Derivada da planta confrei, a alantoína é conhecida por sua capacidade de promover a regeneração e reparação da pele. Quando aplicada em peles com tendência acneica, a alantoína ajuda a reduzir a inflamação e a vermelhidão, acalmando a pele irritada. Também ajuda na esfoliação suave das células mortas da pele, desobstrui os poros e previne novas erupções.

As propriedades hidratantes da alantoína ajudam a manter a barreira natural da pele, evitando o ressecamento excessivo que pode ocorrer com certos tratamentos para acne.

Alantoína para eczema

A alantoína é um ingrediente benéfico para tratar o eczema devido às suas propriedades hidratantes, calmantes e curativas.

 Quando aplicada na pele afetada pelo eczema, a alantoína ajuda a aliviar a coceira, a vermelhidão e a inflamação, proporcionando alívio à pele irritada e sensível.

A alantoína é considerada um umectante. Não é um ingrediente reparador de barreiras. Quem sofre de eczema deve combinar alantoína com ingredientes reparadores de barreiras para obter melhores resultados no tratamento do eczema e da pele seca.

Allantoin for eczema

Alantoína para hiperpigmentação

A alantoína é um ingrediente versátil para o cuidado da pele, conhecido por seus benefícios de clareamento da pele. Ajuda a tratar a hiperpigmentação de diversas maneiras.

  • Esfoliante

 A alantoína atua promovendo a renovação celular e a esfoliação, ajudando a atenuar a hiperpigmentação e manchas escuras ao longo do tempo. Ao estimular a eliminação de células mortas da pele, revela uma pele mais fresca e com um tom mais uniforme por baixo.

  • Propriedades anti-inflamatórias

Alantoína bloqueia vias inflamatórias reduzindo a inflamação. Sabe-se que a inflamação aumenta a pigmentação da pele.


Quando combinado com outros ingredientes clareadores da pele e usado consistentemente em rotinas de cuidados com a pele para clarear manchas escuras, a alantoína é uma boa opção para igualizar o tom da pele.

Alantoína para melasma

A alantoína tem efeitos clareadores da pele fracos devido às suas propriedades antiinflamatórias que ajudam a prevenir a pigmentação. Pode ser usado para melasmamas deve ser combinado com ingredientes mais fortes para clarear a pele, como inibidores de tirosinase.

Allantoin for melasma

Gel de alantoína vs creme

A alantoína é um excelente ingrediente para a formulação de géis devido às suas propriedades umectantes e higroscópicas. Como umectante, a alantoína atrai e retém a umidade do ambiente circundante, mantendo a pele hidratada e preenchida. A sua natureza higroscópica permite reter as moléculas de água, evitando a perda de hidratação e mantendo níveis ideais de hidratação da pele. Essas propriedades tornam a alantoína uma escolha ideal para formulações de gel, pois cria uma textura leve à base de água que proporciona uma sensação refrescante na aplicação. A capacidade do gel de proporcionar hidratação profunda sem deixar uma sensação oleosa ou pesada o torna adequado para vários tipos de pele Baumann. 

 Em cremes, a alantoína normalmente é combinada com óleos e ácidos graxos para criar uma textura mais luxuosa com melhores capacidades de hidratação.

 O melhor creme com Alantoína é o Zerafite Calmante e Hidratante Calmante.

Efeitos colaterais e segurança da alantoína

A alantoína é geralmente considerada segura para uso tópico e é bem tolerada pela maioria dos indivíduos.

Tem baixo potencial de causar efeitos adversos quando usado em produtos para a pele.

A Cosmetic Ingredient Review (CIR), avaliou a alantoína e concluiu que ela é segura para uso em produtos cosméticos e de cuidados pessoais quando usada em concentrações específicas.

O Grupo de Trabalho Ambiental (EWG) atribui à alantoína uma pontuação de risco baixa de 1, indicando que não é considerada uma preocupação significativa para a saúde ou o ambiente.

No geral, a alantoína é um ingrediente de cuidado da pele seguro e bem tolerado. Atende à maioria dos padrões de ingredientes limpos.

Encontre produtos para a pele com Alantoína

Level up your skin care knowledge with medical advice from dermatologists

Melhores referências e publicações científicas para Allantion:

Imagem da planta: do Wikicommons- https://www.flickr.com/photos/dordrecht-holland/34266725435/


Referências:

  1. Baumann. L cap. 38 Ingredientes Antiinflamatórios na Dermatologia Cosmética de Baumann Ed. 3 (McGraw Hill, 20022)
  2. Chan, R. J., Mann, J., Tripcony, L., Keller, J., Cheuk, R., Lâminas, R., & Walsh, C. (2014). Emulsão à base de óleo natural contendo alantoína versus creme aquoso para o manejo de reações cutâneas induzidas por radiação em pacientes com câncer: um ensaio clínico de fase 3, duplo-cego, randomizado e controlado. Revista Internacional de Oncologia de Radiação* Biologia* Física, 90(4), 756-764.
  3. Ferreira, M. S, Sousa Lobo, J. M, &Almeida, I. F (2022). Pele sensível: Ingredientes ativos em destaque. Revista Internacional de Ciência Cosmética, 44(1), 56-73.
  4. Savić, V. eu, Nikolić, V. D, Arsić, I. A, Stanojevic, L. P, Najman, S. J., Stojanović, S., & Mladenović‐Ranisavljević, I. EU (2015). Estudo comparativo da atividade biológica da alantoína e do extrato aquoso da raiz do confrei. Pesquisa em Fitoterapia, 29(8), 1117-1122.
  5. Florentino, I. F, Silva, D. P, Galdino, P. M, Lino, R. C, Martins, J. eu, Silva, D. M, & Costa, E. A (2016). Efeitos antinociceptivos e antiinflamatórios de Memora nodosa e alantoína em camundongos. Journal of ethnopharmacology, 186, 298-304.
  6. Bin Chen, X., Matuszewski, W.e Kowalczyk, J. (1996). Determinação de alantoína em amostras biológicas, cosméticas e farmacêuticas. Jornal da AOAC internacional, 79(3), 628-635.

Comentários 0

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados